Inscrições Encerradas



"PENSAR
GLOBALMENTE
,
AGIR LOCALMENTE"


31 anos depois do Brasil sediar a ECO/92, o recado maior
da Cúpula da Terra continua atual e desafiador.

É no município que tudo inicia, seja nas tragédias ou nas soluções
sustentáveis que mereçam ser reconhecidas
e possam ajudar a salvar o mundo.














TEMA 2023

Seguindo Estocolmo, o Brasil foi sede da ECO/92, a segunda Conferência das Nações Unidas sobre Meio Ambiente e Desenvolvimento, que reuniu o maior número de estadistas na história da humanidade. Também chamada de RIO/92, a Cúpula da Terra ali reunida deixou um recado ao mundo que continua atual e desafiador: “Temos de pensar globalmente e agir localmente”.

Em 2006, durante duas outras conferências internacionais sobre biodiversidade realizadas no Brasil, o Greenpeace deu amplitude planetária, nos braços do Cristo Redentor, ao lema que sempre defendeu: “O futuro do planeta está em nossas mãos”. 

Nunca precisamos de tantas mãos, como agora, para nos unirmos e fazermos algo sustentável diante do diagnóstico suicida causado pelo desmatamento, a crise hídrica e as secas recordes que empobrecem a natureza e as populações mais vulneráveis. 

Toda tragédia ou solução ambiental começa, primeiro, em âmbito local, no município. E só pode ser evitada ou melhorada,  a partir dessa visão ecológica.
É esta a temática inspiradora do “14º Prêmio Hugo Werneck de Meio Ambiente & Sustentabilidade”, este ano:  A municipalização da questão ambiental. 

HUGO WERNECK

O “Prêmio Hugo Werneck de Sustentabilidade & Amor à Natureza” foi criado em 2010 em homenagem ao ambientalista mineiro Hugo Werneck (1919-2008). Um dos precursores da consciência ecológica na América Latina – ele foi o fundador do Centro para a Conservação da Natureza e defensor da criação de importantes áreas verdes de Minas Gerais, como os parques Nacional da Serra do Cipó e Estadual do Rio Doce. Dr. Hugo acreditava que só o amor, a informação e a educação ambiental podem mudar a atitude do ser humano em relação ao meio ambiente e à natureza que nos resta.



O PRÊMIO

Em sua 14ª. Edição, o Prêmio Hugo Werneck se tornou uma referência nacional, de Minas para o mundo, como o “Oscar da Ecologia” brasileira. Acumula mais de mil inscrições e indicações recebidas, e mais de 170 vencedores e homenageados até hoje. Parte integrante do calendário institucional, empresarial e político do país, a premiação visa reconhecer e divulgar os melhores projetos, cases e ações. Bem como destacar as empresas, governos, pessoas, cidadãos, ONGs, instituições, políticos e personalidades que mais se dedicam à causa hoje universal em defesa do planeta e de sua humanidade, vide a realidade das mudanças climáticas.

Idealizada pela Revista Ecológico, o prêmio Hugo Werneck conta com a participação do Governo de Minas, por meio da Secretaria de Estado de Meio Ambiente e Desenvolvimento Sustentável (Semad) e seus órgãos colegiados IGAM, IEF e FEAM. E, a nível nacional, do Instituto Brasileiro do Meio Ambiente e dos Recursos Naturais Renováveis (Ibama) e do Instituto Chico Mendes de Conservação da Biodiversidade (ICMBio).

A legitimação do Centro Hugo Werneck de Proteção à Natureza. O apoio da Associação Mineira de Defesa do Ambiente (Amda). E o engajamento da Fundação SOS Mata Atlântica, dentre outros parceiros estratégicos.

POR QUE MUNICIPALIZAÇÃO?

Porque é no município, primeiro, que tudo inicia e acontece antes de ganhar escala global. Seja nas tragédias anunciadas. Ou nas soluções sustentáveis, que mereçam ser reconhecidas e premiadas. 

Essa tem sido, em vários países, a nova e inclusiva estratégia de enfrentamento no embate ambiental, através da educação ambiental e mobilização da sociedade. Afinal, o rio mais importante do mundo a ser recuperado é o rio que passa em nossa aldeia, cidade ou país. 

Tal como nos processos em andamento de licença ambiental, quem mais conhece e poderia dizer sim ou não a algum empreendimento potencialmente poluidor deveria ser a comunidade local. O nome dessa conquista socioambiental é “empoderamento”. 

Tudo vem do município. Antes da esfera estadual, federal e internacional. Como acontece com os rios até o encontro deles com o mar. Nesta mesma ordem ecológica, o Prêmio Hugo Werneck propõe: premiar e divulgar o nosso agir local, diante dos nossos olhos e ainda em nossas mãos. 
Participe!

METODOLOGIA

As inscrições e indicações são recebidas pelo Comitê Executivo e encaminhadas à Comissão Julgadora, que analisa e avalia as iniciativas, projetos, programas e ações concorrentes ao prêmio, podendo também direcioná-los para outras categorias. Ela é composta por membros da Academia Ambiental – grupo formado por ambientalistas e personalidades com atuação em órgãos públicos ambientais e entidades educacionais independentes, bem como por integrantes dos Conselhos Editorial e Consultivo da Revista Ecológico. A Comissão Julgadora também é responsável pela conferência das notas de avaliação e legitimação do vencedor em cada categoria.


COBERTURA

A solenidade de entrega do XIV Prêmio Hugo Werneck contará com cobertura jornalística dos veículos:

  • Revista Ecológico, por meio de uma edição especial com reportagem completa sobre a premiação e seus vencedores;
  • Portal Sou Ecológico;
  • Mídia espontânea;
  • Redes sociais;

CATEGORIAS

  • Melhor Exemplo de Amor à Natureza
  • Melhor Exemplo em Biodiversidade (Água, Ar, Flora e Fauna)
  • Melhor Exemplo em Educação Ambiental
  • Melhor Executivo em Meio Ambiente
  • Melhor Político
  • Melhor Anúncio Publicitário.
  • Melhor Exemplo em Energia Solar
  • Destaque Municipal
  • Destaque Estadual
  • Destaque Nacional
  • Destaque Internacional
  • Melhor Empresário
  • Melhor Empresa
  • Melhor Exemplo de ESG
  • Melhor Exemplo de Comunicação Ambiental
  • Melhor exemplo de influencer
  • Melhor Exemplo de Empresa Parceira
  • Melhor Projeto de Empresa Parceira
  • Homenagem Especial
  • Personalidade do Ano


Específicas para as empresas patrocinadoras

  • Melhor Parceiro Sustentável
  • Melhor Projeto de Parceiro Sustentável
  • Melhor Projeto de Educação Ambiental

COMO PARTICIPAR

As inscrições e/ou indicações para o XIV Prêmio Hugo Werneck devem ser feitas exclusivamente por meio de preenchimento de formulário digital disponível no site www.premiohugowerneck.com.br, bem como atender aos requisitos do regulamento.

NOVAS CATEGORIAS

Conforme permite o regulamento, haverá a criação de duas novas categorias: “Melhor Anúncio Ambiental”, para o meio publicitário. E como contraponto jornalístico, o “Pior Exemplo” de desamor à natureza, em aberto.

ACESSE O REGULAMENTO


FUNDAMENTOS

“O mundo será diferente quando conseguirmos sensibilizar as pessoas.” Para Hugo Werneck, o ser humano somente sente necessidade de cuidar daquilo que lhe é caro. E o contato com a natureza permite isso, seja por meio de uma flor, árvore, rio ou um pássaro. Além disso, nos dias atuais, inovar é tão necessário quanto preservar e cuidar do meio ambiente que vivemos e nos permite viver.

Para que possamos abraçar a economia verde, o agronegócio sustentável e diminuir a fome e a pobreza no planeta, Hugo Werneck aconselhava três fundamentos, que hoje ainda continuam atuais à aurora do pensamento ecológico: conhecer, gostar e cuidar. São eles que orientam o Prêmio Hugo Werneck no reconhecimento dos melhores exemplos em sustentabilidade e amorosidade ao planeta e ao ser humano. E nos reaproximam da natureza, bem como lutar contra o desenvolvimento econômico tradicional ainda divorciado do processo natural na vida:

1. CONHECER
Temos de conhecer, de maneira científica e vivencial, os mecanismos de funcionamento e autoperpetuação da natureza.

2. GOSTAR
Somente este contato é capaz de nos fazer gostar do meio ambiente que nos dá vida e protege.

3. CUIDAR
E cuidar dela, por extensão de todos os seres vivos, é o melhor que podemos fazer e ser exemplo. São estes os critérios gerais de avaliação para concorrer à maior premiação ambiental do Brasil. Cabe somente às grandes empresas patrocinadoras, que já têm o DNA da sustentabilidade em suas operações - o que já as credenciam como parceiras da premiação - a exigência destes dois critérios a mais de julgamento para as categorias de “Melhor Parceiro Sustentável” e “Melhor Projeto de Parceiro Sustentável”.

4.INOVAR
Demonstrarem de maneira criativa, como elas se reinventam em tecnologia, seja em produto, ferramenta ou processo de gestão.

5.AMAR
Apresentarem alguma atividade, decisão ou resultado amigável com a natureza que, por livre e espontânea vontade, esteja além do cumprimento da legislação ambiental. O objetivo maior desta diferenciação (duas premiações em um só prêmio) é tornar o conjunto do Prêmio Hugo Werneck mais justo e democrático, fazendo que as grandes empresas apoiadoras concorram entre si. E não com projetos de menor escala, inscritos ou indicados por ONGs, prefeituras, instituições, prefeituras, comunidades e cidadãos comuns. Participe! Inscreva ou faça sua indicação

-->

IMPRENSA